Imagem é a forma tangível de representar quem somos.

Se autoconhecer proporciona libertação das máscaras e de estar sujeitos aos padrões socialmente pré estabelecidos.

Para ter uma imagem sustentável é preciso se reconectar com a essência para vivermos a nossa própria verdade, a singularidade de ser quem realmente somos.

Parar de viver para ser aprovados, parar de agradar, parar de ter que se sentir incluso. Mas ao contrario, descobrir quem somos, o que queremos e o que viemos fazer aqui.

Quando estamos alinhados com nosso essência estamos sendo sustentáveis.

Mantendo nossa vitalidade utilizando nossa existência para uma vida com significado.

A sustentabilidade individual é a capacidade de você ser você e utilizar suas energias por meio dos pensamentos, sentimentos e ações respeitando seus valores, necessidades e acima de tudo quem você é em sua individualidade.

Ser sustentável é ter uma imagem real e integrada. Saber que todas as suas decisões e escolhas são provenientes de sua intuição e fazem sentido pra você.

Dessa forma sua imagem é real e não alimenta um sistema de máscaras que esgota suas energias para se tornar convincente

Quando você é você, se respeita, se aceita e assume suas verdades, sua vida flui com mais sintonia e tudo se torna mais prazeroso e simples.

A felicidade é saber que aquele que é seu caminho, só você poderá percorrer e viver essa integração e conexão faz com que sua motivação se mantenha e sua qualidade de vida se prolifere, aumentando suas oportunidades e boas experiências.

Quanto menos esgotamos nossas energias para manter o que é irreal, mas seremos sustentáveis, pois podemos ter continuidade em nossa evolução e aumentar nosso potencial de receber e doar aquilo que temos de mais verdadeiro, nossa essência integrada com nossa imagem. Isso é ser sustentável.

#autoconhecimento

Andrea Roque Neiva